Tradições

O PORCO À PORCA :

Uma grande parte dos habitantes da aldeia tinham antigamente porcas criadoras que lhes permitiam ganhar algum dinheiro depois da venda dos leitões para assar « o tal tão bom leitão à Bairrada ». Por isso havia sempre alguém com um porco reprodutor (barrasco) para quando fosse preciso … « Lá vai o porco à porca ».

 

MATANÇA DO PORCO :

Matança do porco, « Bem tratado sem farinhas, esta e que é a boa carne ! » Assim o dizia quem participava na matança do porco.

Antigamente era em alturas de setembro, Outubro para se alimentarem durante todo o inverno.

A matança sempre é de actualidade, mas realiza-se mais frequentemente no mês de agosto, quando os familiares emigrantes regressam à pátria.

 

O ROUBO DAS CARROÇAS :

O roubo das carroças é uma tradição que ainda resiste à modernidade e ao facto de não existirem muitas casas na freguesia que possuam carroças puxadas por animais. Realizava-se no fim das festas populares de junho, principalmente S. Pedro e S. João ou na época das descamisadas do milho. Em geral eram os jovens solteiros que organizavam este roubo às primeiras horas da madrugada, enquanto a maior parte das pessoas dormia. Em grupos numerosos invadiam algumas casas de onde retiravam, evitando fazer ruído, as carroças existentes (por vezes até mesmo carregadas!) para as levar para o largo das festas numa atitude de provocação popular, já que normalmente os alvos eram principalmente aqueles agricultores que se vangloriavam que seria impossível roubar-lhes a sua carroça esse ano.

 

search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close